Hidroponia

De Uniplantae
Ir para: navegação, pesquisa

A hidroponia é a técnica de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva equilibrada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta.

Hidroponia Indoor

Na hidroponia as raízes podem estar suspensas em meio liquido (NFT) ou apoiadas em substrato inerte (areia lavada por exemplo).

Ao cultivar com solução nutritiva utilizando um substrato não inerte (húmus por exemplo), admite-se dizer que é um cultivo sem solo, mas não é adequado referir-se como sendo hidroponia. Quando a solução é aplicada ao solo, tem-se a ferti-irrigação. Não é cultivo sem solo, nem hidroponia. Em geral esta solução não é completa, pois tem caráter complementar.

Na prática da hidroponia, as plantas podem ser cultivadas com as raizes suspensas no seio da água - Cultura em Água, suspensas no ar umido - Aeroponia, ou ancoradas num Substrato ou Meio de Cultura, isento de Matérias Organicas Biodecomponíveis - Hidroponia em Substratos.

Portanto, na hidroponia a única fonte de nutrientes para as plantas é a solução nutritiva, pois, se houver substrato, este é inerte. No caso de cultivo sem solo, basta que o solo não seja utilizado. Um exemplo, é o cultivo apenas em húmus de minhoca.

Então, na prática da Hidroponia podemos utilizar o solo?

Sim, desde que êste esteja isento de matérias passíveis de biodecomposição, e de sais minerais, organo-minerais ou organicos, passíveis de dissolução e ionização em água.

Pratica-se Hidroponia normalmente nas areias dos desertos.


História

A palavra hidroponia vem do grego, dos radicais hydro = água e ponos = trabalho. Apesar de ser uma técnica relativamente antiga, o termo hidroponia só foi utilizado pela primeira vez em 1935 pelo Dr. W. F. Gericke da Universidade da Califórnia.

A História da Hidroponia, remonta às civilizações antigas, desde a Egípcia e Chinesa, passa pela civilização Azteca na América Central, e chega aos nossos dias, quando se conclui que sua aplicação é a única forma de produzirmos alimentos frescos para os futuros astronautas, em viagens espaciais, e na sua estadia em estações no espaço.

A Hidroponia desenvolveu-se juntamente com a Química, na busca do Homem pelo conhecimento de "como e porque as plantas crescem".

Esse conhecimento, começou na verificação e comprovação da necessidade da água para a sobrevivência das plantas, até à necessidade dos sais minerais dissolvidos na mesma, para o seu desenvolvimento.

E na procura desse conhecimento, participaram filósofos e cientistas, como Aristóteles, Teofrasto, Dioscórides, Leonardo da Vinci, Andrea Cesalpino, Luca Ghini, John Woodward, e muitos outros mais atuais, cujos nomes ficaram gravados para sempre na História da Hidroponia.

Porém, esta técnica sòmente foi chamada de Hidroponia, em 1935, pelo professor e pesquisador de Nutrição de Plantas, da Universidade da Califórnia, Dr. William Frederick Gericke, por muitos chamado de O Pai da Hidroponia.

Gericke, como tantos outros pesquisadores de nutrição de plantas, usavam esta técnica a nível laboratorial, e foi êste o primeiro cientista que desenvolveu sua aplicação a nível comercial.

Hoje a hidroponia está difundida pelo mundo, sendo utilizada para cultivar os mais diversos vegetais e alguns não vegetais (como algas e fungos), sejam eles de que estatura forem.

Muitos paises já definiram os padrões de qualidade dos produtos vegetais, baseados naqueles que se obtém através da Hidroponia, na sua maioria impossíveis de se obterem pela prática da agricultura convencional.

Outros, atualmente, produzem várias plantas exclusivamente através da Hidroponia, como é o caso das orquídeas da Nova Zelândia, um dos maiores exportadores mundiais dessas plantas.

Gericke adotou o sistema de cultivo sem solo para as condições de campo, de tal forma que se tornou o primeiro passo para viabilizar o cultivo em escala comercial. Quando se diz que "Gericke é o pai da hidroponia" não significa que ele inventou o cultivo sem solo, mas trata-se de uma homenagem aos avanços científicos conquistados por ele e por ter pela primeira vez usado o termo hidroponia.

Princípios de funcionamento

As plantas são colocadas em canais ou recipientes por onde circula uma solução nutritiva, composta de água pura e de nutrientes dissolvidos em quantidades individuais que atendam a necessidade de cada espécie vegetal cultivada. Esses canais ou recipientes podem ou não ter algum meio de sustentação para as plantas, o substrato, como pedras ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características,periodicamente é feito um monitoramento de pH e de concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.

A hidroponia é um sistema de cultivo, dentro ou fora de estufas, onde as plantas não crescem fixadas ao solo. Os nutrientes que a planta precisa para seu desenvolvimento e produção são fornecidos somente por água.

Mas como?

As plantas são colocadas em canais ou recipientes por onde circula uma solução nutritiva, composta de água pura e de nutrientes dissolvidos em quantidades individuais que atendam a necessidade de cada espécie vegetal cultivada. Esses canais ou recipientes podem ou não ter algum meio de sustentação para as plantas, como pedras ou areia. A solução nutritiva tem um controle rigoroso para manter suas características, periodicamente é feito um monitoramento de pH e de concentração de nutrientes, assim as plantas crescem sob as melhores condições possíveis.

Quais plantas já são cultivadas pela hidroponia?

A alface é a mais cultivada, mas pode-se encontrar: brócolis, feijão-vagem, repolho, couve, salsa, melão, agrião, pepino, berinjela, pimentão, tomate, arroz, morango, forrageiras para alimentação animal, mudas de árvores, plantas ornamentais, entre outras espécies; teoricamente, qualquer planta pode ser cultivada no sistema.

Quais as vantagens para o consumidor?

Já que o cultivo é feito longe do solo, as plantas não tem contaminantes desse meio, como bactérias, fungos, lesmas, insetos e vermes. As plantas são mais saudáveis, pois cresceram em um ambiente controlado procurando atender as exigências da cultura. Todo produto hidropônico tende a ser vendido embalado, não entrando em contato direto com mãos, caixas, caminhões, etc. Devido ao cultivo em ambiente fechado, o ataque de pragas e doenças é baixo, diminuindo ou anulando a aplicação de defensivos. Com o uso da embalagem você pode identificar: marca, cidade da produção, nome do produtor ou responsável técnico, características do produto e telefone de contato. Os vegetais hidropônicos duram mais na geladeira. A única possível desvantagem pode ser o preço: maior em alguns poucos centavos.

Quais as vantagens para o produtor?

O trabalho é mais leve e limpo, não sendo necessárias operações como: aração, gradeação, coveamento, capina. Não há preocupação com rotação de culturas. A produtividade e uniformidade da cultura é maior. Maior qualidade e aceitação do produto no ponto de venda é um ponto forte na comercialização. Não há desperdício de água e nutrientes, diminuindo custos e evitando contaminação do meio ambiente e diminuição dos recursos naturais. Há uma sensível redução no número de pulverizações. Devido a independência do tipo de solo, a cultura hidropônica pode ser realizada em qualquer local.

Tem desvantagens?

Algumas: os custos iniciais são elevados, devido a necessidade de terraplenagens, construção de estufas, mesas, bancadas, sistemas hidráulicos e eléctricos. Dependência grande de energia eléctrica. O negócio para ser lucrativo exige conhecimentos técnicos e de fisiologia vegetal. Em um sistema fechado, com uma população alta de plantas, poucos indivíduos doentes podem contaminar parte da produção. Exige rotinas regulares e periódicas de trabalho.

Soluções hidropônicas

Um exemplo de solução para hidroponia é a solução de Cooper, descrita abaixo:

  • Outra formulação de solução hidropônica:
    • Soluções intermediárias
      • Solução A
        • Sulfato de amônio 28,4 g
        • EDTA 0,1 g
        • Sulfato ferroso 0,05 g
        • Água qsp 1 L
      • Solução B
        • Superfosfato de cálcio 14,2 g
        • Sulfato de potássio 10,0 g
        • Sulfato de magnésio 8,6 g
        • Sulfato de manganês 0,085 g
        • Ácido bórico 0,028 g
        • Sulfato de cobre 0,006 g
        • Molibdato de amônio 0,006 g
        • Sulfato de zinco 0,007 g
        • Água qsp 1

Usar 150 ml de cada solução em 4,5 L de água a ser usada na hidroponia.

Notes

Wikipédia

Hydor

Gforumen:Hydroponics